4 de maio de 2016

[ Resenha #151] Manual do Autismo - Dr. Gustavo Teixeira


Título: Manual do Autismo : Guia dos pais para o tratamento completo | Autor: Dr. Gustavo Teixeira | Editora: Best Seller | Páginas: 96 | Avaliação: 5/5 | Adicione a sua estante: Skoob 




Em Manual do Autismo: Guia dos pais para o tratamento completo, contamos com um prefácio escrito por Carlos Gadia, que é professor e também Diretor associado do Miami Children's Hospital. 

Como o próprio título sugere, este livro apesar de curto é um guia de ajuda rápida e eficaz para pais de crianças com o Transtorno do Espectro Autista ( o termo Autismo saiu de uso a alguns anos e desde então, o correto é TEA - Transtorno do Espectro Autista ). É importante salientar que o TEA, deve ser notado ainda na infância, a melhor fase para que a intervenção seja feita com maior exito é no máximo até os 2 anos de idade, contudo o quanto antes for diagnosticado melhor, pois com mais de 2 anos já pode ser tarde e a criança tender a apenas regredir. No nosso pais esse índice de idade é bem elevado e por isso os casos costumam ser bem graves e necessitam de tratamentos mais rigorosos e avançados ( Aqui o transtorno geralmente é descoberto aos 8 anos de idade ). 

Para quem não sabe o que é o TEA trata-se de " uma síndrome de início precoce caracterizada por alterações marcantes no desenvolvimento da linguagem e da interação social. Há também a presença de comportamentos estereotipados e repetitivos, rituais, alterações sensoriais e interesses restritos ( Podem apresentar TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo, ficarem correndo, se balançando, repetindo palavras e outros ). Essas características são essenciais para que ocorra o diagnóstico e estão presentes em todos os indivíduos com o transtorno. "  

No livro o Doutor Gustavo Teixeira que é especialista no assunto e atende diversos pacientes em sua clinica na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro, vai nos relatar o passo a passo da descoberta do TEA e também quais as primeiras providências a serem tomadas. 

Ele frisa bastante ao longo do livro que a Família, geralmente a mãe é quem costuma perceber os primeiros sintomas. Tendo em vista que o bebê não reage na presença dos pais ou familiares próximos, tende a se irritar com mudança de rotina, não sorri com facilidade, está sempre com olhar longe, não interage na presença de outras crianças, se irrita com facilidade e costuma regredir. Por exemplo: um bebê com aproximadamente 1 ano já senta e já balbucia suas primeiras palavras, um bebê autista , tende a começar a fazer estas coisas e após ele simplesmente volta a não ter equilíbrio ou a ficar mudo. Isto é uma tendência clara de TEA, pois há uma regressão no aprendizado. 

Portanto, é importante que os pais sempre estejam atentos a seus filhos, e caso obtenham uma suspeita, leve seu bebê o mais rápido possível a um pediatra, se este não concordar em fazer se quer um teste para eliminar as suspeitas, procure outro. Até que você tenha certeza de que seu filho está bem de saúde e que poderá crescer sem intervenção e ajuda especializada.

Muitos de vocês já devem ter ouvido falar também na Síndrome de Asperger , que inclusive já apareceu em alguns livros como O Projeto Rosie, O Estranho caso do cachorro morto e outros. Esta Síndrome é uma espécie de variação do TEA, porém apresenta alguns aspectos diferentes. 

As crianças com Asperger costumam apresentar pouca habilidade social, o que acarreta um comportamento mais retraído e pouca sociabilidade. Não lidam facilmente com mudanças, são inflexíveis , emocionalmente vulneráveis e instáveis. Mas ao contrário dos autistas clássicos, as crianças com Asperger apresentam desenvolvimento cognitivo intelectual e pouco atraso na aquisição da fala. 

Uma das maiores dificuldades das crianças com a Síndrome de Asperger é a socialização, pois costumam ser especialistas em seus assuntos favoritos e apresentam uma fala quase que perfeita. Pois apresentam dificuldades em compreender ditados populares, piadas, gírias e outros, apresentando portanto um rico vocabulário. Aquele que apresenta a Síndrome é capaz de passar horas estudando sobre seu assunto favorito e torna-se especialista no mesmo, acarretando apenas um tipo de assunto a ser compartilhado em grupo, o que deixa outras crianças entediadas e por vezes achando o assunto extenso demais e chato. 

Sendo assim, as crianças com Asperger costumam ser inteligentes além da conta em determinados assuntos e isso acarreta um isolamento por parte do grupo em que convive. Fazendo com que se sintam melhor na presença de adultos. 

No livro o Dr. Gustavo apresenta várias formas de melhorar a socialização e incluir Autistas em um circulo social. Com intervenção crianças com TEA, podem voltar a se relacionar com a família e aprender a conviver com outras pessoas e se controlar mais ( eles costumam ficar nervosos com facilidade), já aqueles que têm a Síndrome de Asperger, podem ainda vir a ter uma vida normal com suas diferenças e muitos acabam até se casando. 

É um livro rico de informações e super indicado! 
Leiam e indiquem para seus amigos e familiares, o Autismo é uma das doenças mais comum no mundo e costuma ser frequente em meninos e gêmeos e não têm cura, portanto é algo a ser compartilhado. Portanto, acredito que seja realmente de suma importância que todos saibam um pouco que seja sobre o assunto, ninguém sabe o dia de amanhã e quanto antes estivermos informados melhor. Poderemos ajudar a quem precisa. 

Espero que tenham gostado. 
Beijinhos da Lêeh 






Dados: Livro cedido em parceria com a editora. O exemplar apresenta capa brochura com orelhas, folhas amarelas e letras grandes. O autor expõe alguns casos e nele a bastante listas com dicas. Poucas páginas, porém com leitura simples, auto explicativa e rápida. Livro objetivo sem rodeios. 





- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post. 

                                             Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



Nenhum comentário:

Postar um comentário