21 de janeiro de 2016

[ Resenha #146] Mario Prata entrevista uns brasileiros - Mario Prata

Título: Mario Prata entrevista uns brasileiros
Autor: Mario Prata
Editora: Record
Páginas: 248
Avaliação: 3/5
Livro cedido pela editora
Sinopse:
"Mario Prata ressuscita personagens célebres da história do Brasil e usa toda a sua irreverência para arrancar confissões íntimas de figuras como Aleijadinho, Tiradentes e Xica da Silva Ao ler as entrevistas do livro, o leitor se pergunta: afinal, tudo isso foi inventado por Mario Prata? O autor nos garante que não: é tudo verdade, embora sua verve torne tudo mais surpreendente, engraçado e picante. Dom Pedro I, a marquesa de Santos, Dom João VI contam tudo que o povo sempre quis saber e Mario Prata resolveu perguntar. Iça-Mirim, índio levado para a corte francesa, explica a origem da expressão “afogar o ganso”; Dom Casmurro (criação ficcional de Machado de Assis que o autor inclui entre os personagens históricos brasileiros), explica, afinal, quem traiu quem, e dona Maria, a louca, entre um cigarro (nem um pouco legalizado) e outro, conta sobre seu reinado. " 


Este livro possui cores muito vibrantes e chamativas na capa e como todo leitor, eu comi ele com os olhos por conta da beleza de sua edição e julguei ser maravilhoso. Conclusão: estava com expectativas tão altas que o livro acabou me decepcionando um pouco. 

O livro foi cedido para resenha pela editora Record, possui a capa com cores bem fortes e letras em alto relevo, folhas brancas, porém com letras grandes e várias ilustrações. Possui ainda folhas pretas em cada inicio de capitulo. 

A obra ficcional, vai relatar supostas entrevistas com pessoas que além de famosas, deixaram sua marca na história do Brasil, ou ainda personagens que até hoje causam êxtase nos leitores, como Dom Casmurro criado pelo escritor Machado de Assis. 

A proposta do livro é muito interessante e enriqueci o leitor no decorrer da narrativa acerca de diversos fatos históricos de suma importância, no entanto, o sarcasmo, a ironia e o deboche embutidos na escrito do autor, não funcionaram para mim. 



Nas primeiras entrevistas fiquei bem incomodada com a quantidade de palavrões usados de formas um tanto pesadas ( minha opinião, não estou habituada a ler livros que possuam os palavrões tão sarcasticamente como fez Mario Prata). Os palavrões e as formas ousadas e expostas de certos termos, me fez pensar por diversas vezes em desistir da leitura, confesso ter me causado enorme estranhamento. 

A leitura no inicio foi bem arrastada por tais fatos, mas por fim melhora bastaste e eu consegui ler as ultimas 100 páginas em um dia, talvez por já ter me acostumado a escrita do autor, de toda forma achei o livro bem rico em conhecimento histórico e as últimas entrevistas foram sensacionais. 

Quem sabe se a ordem das entrevistas fosse inversa eu não teria gostado mais não é mesmo ? Contudo, eu super recomendo a leitura, e se você assim como eu não conhecia a escrita do autor, que é cronista e jornalista , recomendo que leia de mente aberta. 

Bom é isso pessoal, mil beijos da Lêeh
e se vocês já leram, me digam o que acharam.


- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post. 

                                             Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



2 comentários:

  1. Obrigado, Letícia.
    Um beijo.
    Mario Prata

    ResponderExcluir
  2. Que interessante a premissa.
    Bom, eu já sou acostumada com palavrões hihi
    Realmente a capa te pega de primeira
    Vou adicionar no skoob pra lembrar dele posteriormente :D

    http://rascunhosehistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir