17.7.14

[ Resenha #73] Onze Minutos - Paulo Coelho



Titulo: Onze Minutos
Autor: Paulo Coelho
Páginas: 240
Editora: Sextante
Avaliação: 3/5

Sinopse
Onze Minutos não se propõe a ser um manual sobre o homem e a mulher diante do mundo ainda desconhecido da relação sexual. É uma análise do meu próprio percurso, sem pretender julgar aquilo que vivi. Custou muito até que eu aprendesse que o encontro físico de dois corpos é mais que uma simples resposta a alguns estímulos físicos. Na verdade, ele carrega consigo toda a carga cultural da humanidade. Escrevi este livro para ver se podia dizer, se eu tive coragem de aprender tudo o que a vida quis me ensinar a respeito." Paulo Coelho


--------------------------------- ♥ --------------------------------- 

Em Onze Minutos, o Paulo Coelho nos leva a estória de Maria, contada em terceira pessoa assim como nos contos de fada, com direito a Era uma vez e tudo. Neste livro tenho a impressão de a própria Maria nos conta a estória sem que seja em primeira pessoa, apenas deixando-nos a entender que é uma estória que deveria ser contada de pais para filhos e de avós para netos. O livro por mais que se trate de um assunto estritamente sério é dotado de muita sinceridade e de uma realidade que mesmo doendo é a que vivemos e fechamos os olhos para fingir que só acontecem nos filmes, livros e novelas. Paulo Coelho e " Maria " nos fazem entrar em uma realidade dura e sofrida de uma forma leve e até mesmo não contestadora. 


Paulo Coelho e o autor mais lido no mundo e muito de nós sabemos que geralmente os livros dele são do Gênero Auto Ajuda o que deixa alguns leitores com um pé atras. Onze Minutos no entanto como o próprio autor diz no Prefácio é um livro completamente diferente de tudo que ele já escreveu, a ideia de escrever um livro contando a estória de uma prostituta surgiu durante uma viagem e o autor pesquisou muito sobre o assunto e chegou a decisão de que iria relatar a estória escrita por uma prostituta de verdade ( Isto não é spoiler, têm na orelha do livro que ele é a estória de uma prostituta ), foi assim que ele chegou a Maria  ( nome de Guerra da protagonista do livro, em nenhum momento o nome dela é revelado ).Sendo assim, vou tentar resumir um pouquinho do que se trata Onze Minutos.

Maria sempre foi uma jovem que não se encaixava na pequena cidade de interior em que vivia, sonhava em ter dinheiro, fama e um marido que pudesse ser seu príncipe encantado. Mas as coisas para ela nunca foram tão boas assim. Tudo que Maria sabia ela aprendia , através da televisão. Ela cresceu e alguns de seus sonhos permaneceram o único que para ela tinha se tornado uma utopia era aquele relacionado ao amor, afinal ela nunca foi boa em amar e ser amada. Quando ela se doava demais, sempre se decepcionava e quando era amada não achava que aquele era o seu príncipe encantado. O que à reconfortava nestes momentos era o seu diário, onde sempre que podia deixa uma mensagem a si mesma. 


"Do diário de Maria, quando tinha dezessete anos:
Meu objetivo é compreender o amor. Sei que estava viva quando amei, e sei que tudo que tenho agora, por mais interessante que possa parecer, não me entusiasma.
Mas o amor é terrível: tenho visto minhas amigas sofrer e não quero que isso me aconteça. Elas, que antes riam de mim e da minha inocência, agora me perguntam como é que eu consigo dominar os homens tão bem. Sorrio e fico calada, porque sei que o remédio é pior do que a própria dor: Simplesmente não me apaixono. 

Finalmente um dos sonhos de Maria seria realizado , sua passagem para o Rio de Janeiro já estava comprada e ela poderia conhecer uma cidade grande e quem sabe construir uma vida por ali mesmo. Mas foi na praia que aquela linda mulher do interior foi descoberta por um gringo e foi também naquela mesma praia que Maria viu seus sonhos ainda mais longe, ele queria que ela fosse dançarina em sua boate, ela ganharia muito dinheiro e na moeda do pais dele o que seria muito mais do que receberia trabalhando em qualquer lugar do Brasil. Um proposta tentadora, era bem simples dançar samba para um monte de gringos e ganhar muito dinheiro. 

" Do diário de Maria, no dia seguinte:
Lembro-me de tudo, menos do momento em que tomei a decisão.
Curiosamente, não tenho nenhum sentimento de culpa. Antes costumava ver as meninas que iam para a cama por dinheiro como gente a quem a vida não tinha deixado nenhuma escolha - e agora vejo que não é assim. Eu podia dizer "sim" ou "não", ninguém estava me forçando a aceitar nada. 

Ao contrário do que vocês devem estar pensando o gringo que levou Maria para a Suíça, não a levou para ser prostituta, ele assinava a carteira de trabalho dela como dançarina e foi para isso que ele a levou para o seu pais, porem nem tudo são flores. Ela receberia uma miséria. Sem ter saída, afinal não tinha uma profissão, falava muito mal Francês e não entedia os outros idiomas. Maria resolveu se prostituir. Sendo que está foi uma escolha que para nos leitores realmente foi a unica que ela teve, era a única que daria a ela a chance de voltar para casa com um pouco de dinheiro e em um ano. 



O livro é realmente bom, a Maria consegue cativar quem esta lendo e ao mesmo fazer com que o leitor entenda por tudo o que ela esta passando. Fora isso, ela escreve muito bem ( as partes do diário são exatamente como ela escrevia) e nunca deixou se abater pelos momentos que viveu, fora que na Suíça a prostituição não é crime, lá até mulheres casadas se prostituem para sustentam suas casas. É um pais com uma realidade completamente diferente. Em meio ao livro e de todas as suas experiencias com essa vida , o seu maior objetivo era juntar dinheiro para voltar para casa e desde o inicio isso fica bem claro. Além disso ela aproveita o dinheiro para fazer cursos e também estuda bastante para entender diversas coisas. Como Politica, Administração, Economia e outros. Maria se esforça muito por seus objetivos e suas recompensas são ótimas. 

Eu dei 3 estrelas, porque não foi um livro que mudou a minha vida e também porque eu achei que fosse uma coisa e era outra totalmente diferente. Resumindo criei expectativas.

Bom pessoal, espero que tenham gostado.
Beijinhos da Lêeh 






13 comentários:

  1. Oii Lêeh, gostei muito da sua resenha. Não é um livro que eu leria, mas parece ser interessante.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  2. Oiii.

    Lêeh não conhecia este livro e nunca li nada do Paulo, mas um dia quem sabe.
    Ótima resenha e vou ver se leio.


    Beijos
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Lee, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro, mas parece ser interessante...
    Parabens pela resenha.
    Abraços^^

    ResponderExcluir
  4. Oi Lee.
    Eu amo os livros do Paulo.
    Ainda não tive a oportunidade de ler esse,mas já sei que não vou criar tanta expectativa.
    Beijos
    http://bomlivropravc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. LE SUA LINDA..TO VENDO AGORA SEU PERFIL,MINHA IRMA E FORMADA EM MATEMATICA (LOUCAS) KKK EU COMECEI ADM E NAO CURTI,E FINAL DAS CONTAS TRABALHO NA AREA KKK
    MAIS ENTAO GOSTEI DO PROJETO LER NACIONAIS SUPER VALORIZA NE NOSSOS AUTORES,SUA RESENHA FICOU 10,POREM COM TODO RESPEITO EU NAO CURTO PAULO COELHO,MAIS SUA RESENHA COMO SEMPRE PERFEITAA
    MIL BJS
    MULHER LINDA
    WWW.ZILANDRAMAKES.COM.BR

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lêeh!!! <3
    Vou confessar: tenho os dois pés atrás com o autor! hehehehe... Li alguns livros do Paulo Coelho há vários anos e, sei lá, não me conquistou muito. Acho lamentável o fato de ele pertencer à Academia Brasileira de Letras, enfim. Existem autores mais competentes que deveriam ser reconhecidos... mas... isso é uma outra discussão!
    Apesar disso, gostei muito da tua resenha e, se algum dia eu resolver dar uma chance novamente ao autor, eu lerei esse livro. :)
    Beijão.
    Karina - http://daliteratura.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha!!!
    Não conhecia o livro, não sou muito fã do Paulo Coelho, mas me pareceu bem interessante este.
    Bjs
    www.satisfahionbrazil.com

    ResponderExcluir
  8. Eu não curto muito Paulo Coelho e esse foi o único livro que já havia me interessado dele, mas só um pouquinho..rs.

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto de paulo Coelho, esse ainda não li, mas já está na minha lista. Ótima resenha.
    Bjús, Cih
    http://quadrofeminino.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá Leeh tudo bom?

    Indique uma tag para você responder lá no blog... Segue link: http://maisumleitor.wordpress.com/2014/07/18/tag-semana-literaria/

    ResponderExcluir
  11. Eu nunca li nada do Paulo Coelho, mas tenho muuuita curiosidade, pois acredito que os livros dele devem ser bons, embora eu tenha visto muitos comentários negativos sobre ele, eu acredito que vale a pena conhecer, mas se eu for conhecer ele, não irei começar por esse livro, ele não me deixou muito interessada, sabe? :C Enfim, parabéns pela resenha, eu gostei bastante o/

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  12. Gosto do Paulo Coelho, apesar de ler muito pouco os livros dele. Nunca li esse e já estava na minha lista, gostei da sua resenha mas ainda estou pensativa se realmente vale apena ler.
    Beijos :)

    http://www.blogvivereaprender.com/

    ResponderExcluir
  13. paulo Coelho é um autor complicado de ser entendido e mais ainda de ter admirado.
    Foi um livro dele que me apresentou ao mundo de literatura adulta. De lá para cá já li vários outros. Eu costumo gostar das propostas inquietas que ele tem em suas histórias. Sem contar que é um puta pesquisador bom. Mas realmente não é para todo mundo.
    Adorei sua resenha!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir