11 de fevereiro de 2014

[ Resenha #41] Métrica - Colleen Hoover

Titulo: Métrica 
Autora: Collen Hoover
Editora: Galera Record
Nº de Páginas: 304
Li em ebook 
Slammed #1
Avaliação: 5/5


Sinopse: O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina. Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.

A escrita da autora:
Métrica é o romance de estreia de Collen Hoover e vou confessar que ela tem uma escrita bem nostálgica, mas isso não é de todo algo ruim. Eu fiquei tão presa a leitura que comecei a ler ontem a noite e já terminei. Sinto que li tão rápido e foi tão intenso que nem senti o tempo passar. Esse romance , new adult ( eu denominei assim ) com um toque de drama me fez pensar muito e também chorei horrores, gostei a escrita da autora, mas estou com medo de ler a continuação. 

O Livro:
Layken é uma adolescente de 18 anos que acaba de perder seu pai. Sua mãe por vezes pensando no bem estar dos filhos resolve se mudar do Texas para o Michigan. Depois da morte de seu pai Layken pensou muito em como continuaria sua vida e ao perceber que sua mãe Julia e seu irmão mais novo Kel, precisavam dela para continuar, enfim ela decide não sofrer tanto e seguir em frente. 
Ao chegar em sua nova casa e na nova cidade onde construiria sua nova vida, Layken se depara com seu  vizinho de frente Will, um rapaz bonito e que a chama bastante atenção. Mas o que Layken ainda não sabia era que Will e ela tinham muitas coisas em comum, porém também muitos problemas pela frente. 

Layken e Will começam a sentir algo forte um pelo outro, então Will conta que mora sozinho com seu irmão Caulder pois seus pais vieram a falecer. Por esse motivo e por  muitos outros os dois se veem muito mais unidos. O problema maior só esta por vir. O amor entre Will e Layken não pode continuar, eles terão de ser apenas amigos. Julia mãe de Lake tem uma grande surpresa para ela e nada reconfortante. E se você quer saber um pouco mais leia e deixe tudo para trás , pois você com certeza irá se emocionar.

O que eu achei :
Bom como falar de um livro que peguei para ler porque estava sem sono e quando fui ver já eram 3 da manhã, fui dormir pensando em continuar lendo no dia seguinte e hoje simplesmente não larguei o livro um momento se quer. Chorei inúmeras vezes, é um romance leve e fofo, que tem muita poesia envolvida inclusive tive uma vontade enorme de ler um livro de poesias, nunca fui muito chegada, mas as explicações de Will para se fazer poesia me convenceram a lê-las e logo, pois estou perdendo algo mágico e muito bonito, cheio de significados. O livro é maravilhoso confesso que o drama e a nostalgia presente são bem mais fortes que o romance em si, mas o livro me fez chorar, rir , querer gritar, ficar sufocada e sentir o amor presente em tudo que é importante. As 5 estrelas foram muito bem dadas, porém não sinto vontade de ler a continuação. O livro tem um fim e eu gostei tanto que sinto necessidade de me fazer imaginar os demais acontecimentos. Sem que eu sofra mais , caso a autora resolva dar um rumo que eu não esperava. 

Quotes:
" " Lake, você sabe que uma banda tem talento de verdade quando suas imperfeições, são a definição da perfeição.""

" - Ele a trata com respeito o tempo inteiro? Essa é a primeira pergunta. A segunda é: se, daqui a vinte anos, ele fosse exatamente a mesma pessoa que é hoje, você ainda assim se casaria com ele? E, finalmente, ele faz com que você queira ser uma pessoa melhor? Se conseguir responder " sim" às três em relação a uma pessoa, então encontrou um homem decente. " 

" Nada é permanente. A única coisa que todos temos em comum é o inevitável: todos morreremos um dia."

" [...] Se eu viver a vida que me foi dada, não terei medo de morrer. " 

" [...] Apesar de ser difícil esconder/ De ignorar totalmente meus sentimentos/ Vou reajustar meus planos e mudar por você." 


Gente foi isso, a resenha de hoje e eu gostaria de saber de quem leu Métrica se pretende continuar ou se já leu a continuação o que achou ? 
Um beijo enorme da Lêeh 



6 comentários:

  1. Esse livro tem me chamado atenção de um tempo pra cá, mas não tinha sido o suficiente pra me fazer procurá-lo. Acho que é porque tenho visto muito ele ultimamente. Ótima resenha.

    beijos,
    http://leitoraemtransicao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com Você Jéssica eu vi tanto esse livro que nem quis lê-lo. Peguei para ler agora em Fevereiro porque queria uma leitura rápida e tinham me dito que ele era bom para ler em um dia.
      Obrigada Flor,
      Beijinhos

      Excluir
  2. Oi Leeh!
    Nunca li esse livro e acho que nunca lerei pois nao faz meu estilo. Mas ja vi muita gente falando bem dele, porém, também vi poucos comentários sobre a continuação, mas se fosse eu no seu lugar, com certeza leria, não ia conseguir viver na curiosidade hahaha

    Beijos
    Débora - Clube das 6
    http://www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Débora, eu estou achando que vai acabar acontecendo isso, vou ficar curiosa e vou ler.
      Espero que seja bom também , não quero me decepcionar. O livro já tem drama demais. rs
      Beijinhos Linda

      Excluir
  3. Eu li gata!! E adorei também!!
    Desculpe demorar tanto pra vir aqui, eu ando super atrapalhada esses dias, mas não esqueço nunca!!

    Voltando, já estou com o Pausa pra ler. Apesar de achar que Métrica não precisava de continuação, mas vamos ver o que vou achar.

    Resenha linda e emocionante. Quase dá pra ver que você chorou mesmo, rs.

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso, Lelê entendo perfeitamente. Inicio de ano é a maior correria para todo mundo.
      Mas obrigada por lembrar sempre do blog :)
      Poxa eu vi nas caixinhas que você recebeu Pausa, eu estou com um pé atras na leitura. Quem sabe se eu ouvir coisas boas eu tente, mas por enquanto quero ficar só com métrica mesmo, pois como você disse tem um fim.

      Chorei mesmo rsrs igual criança rs
      Beijinhos linda s2

      Excluir