4.1.14

[ Resenha #31 ] Um pequeno escândalo - Patricia Cabot

Titulo: Um pequeno escândalo
Autora: Patricia Cabot
Editora: Quinta Essência
Nº de páginas: 416
Li em e-book
Avaliação: 5/5


Sinopse: Quando a bela Kate Mayhew é contratada como dama de companhia de Isabel, a filha obstinada de Burke Traherne, o marquês de Wingate vê-se numa situação impossível. Dividido entre saber que ela é exatamente aquilo de que Isabel precisa mas, para ele, a pior tentação possível, encontra-se constantemente perto de alguém que ameaça a sua independência. Conhecido pelo seu autodomínio férreo desde o dia em que apanhou a mulher com um amante, Burke jurou nunca mais arriscar-se a casar. Ao aceitar a oferta de emprego de Sua Senhoria, a temperamental Kate enfrenta dois perigos: sua atração irresistível por um homem que abdicou do amor, e um encontro com o seu próprio passado escandaloso... que ela não pode manter secreto para sempre.

A escrita da autora: 
Comecei o ano lendo Meg Cabot, havia prometido a mesma que leria algo dela este ano resolvi começar pelos seus romances de época com seu pseudônimo Patricia Cabot, a escrita e muito boa e a descrição dos personagens, das vestimentas, olhares, intenções fica tão clara ao leitor que parece que estamos presenciando o momento como em um filme. A narrativa me cativou e me prendeu tanto que terminei em menos de 8 horas. Levando em conta de li em e-book e foi meu primeiro livro completo neste formato, garanto a total identificação com a escrita da autora. 

O livro:

Um pequeno escândalo se passa em Londres no ano de 1870. Burke é o marquês de Wingate e sua filha Lady Isabel saiu do internato a mais ou menos um ano e meio para passar sua primeira temporada junto ao pai. Lady Isabel tem apenas 17 anos e sua mãe já não vive com ela desde que os pais se separaram, portanto a dama precisa estar sempre acompanhada de uma solteirona ou uma senhora viúva aos bailes da alta sociedade ao qual sempre é convidada, ou seja, ela precisa de uma dama de companhia, porém Isabel é uma jovem muito rebelde e cheia de atitudes, acaba de ficar sem sua dama de companhia e o pai no entanto já esta cansado de contratar companheiras para a filha , elas não ficam no emprego nem um mês. Como fazer agora para se encontrar com suas amantes se precisa que a filha vá aos bailes para arrumar um pretendente a marido. 
No entanto em uma dessas noites de baile Burke se depara com a Senhorita Mayhew, uma jovem muito destemida que não tem medo nem mesmo de seus grandes olhos verdes cheios de ódio. Isabel sua filha decide que quer incessantemente que Kate Mayhew seja sua dama de companhia. Seu pai no entanto exita um pouco ao contratar a moça,pois a mesma mexe com os instintos dele, depois vendo-se sem escolha oferece-lhe muito mais do que possa imaginar ganhar uma simples dama de companhia. Kate mesmo com medo do escândalo que esconde em seu passado e sabendo que aquela família é o escândalo em pessoa por conta do desquite de Burke e Elizabeth ( Mãe de Isabel )aceita depois de muito pestanejar, afinal eram muitas libras para se ganhar em um ano, a questão era como aguentaria aquele homem como seu patrão e aqueles olhos verdes esmeralda que a enfeitiçavam ? 
Burke queria uma dama para sua filha não só para ficar as noites com suas amantes, mas era um homem inteligente que gostava de ler e Kate além de boa empregada também passava boa parte do seu tempo livre com a cara nos livros como ela dizia, os livros eram sua unica família.

" - Porque alguns livros são tão interessantes que faz com que a gente os queira ler novamente -, disse Kate pegando o exemplar de Orgulho e Preconceito. Nós passamos a amá-los. Tornam-se algo como uma família. " 

Burke e Mayhew seriam obrigados a conviver juntos, como não mostrar o desejo presente em seus corpos?? 

" Era como uma sucessão de ondas impulsionadas pela ressaca do mar, colidindo contra eles, avançando, afastando-se e voltando novamente ... " 


O que eu achei da narrativa:
Além de ser um romance de época muito bem detalhado, o livro se torna muito mais interessante ao decorrer dos acontecimentos, Burke por mais que seja um homem que guarda consigo um ódio e um desamor muito grande por ter sido traído pela esposa é muito generoso e só perde o controle quando sente que é necessário. Isabel é uma filha muito teimosa e cheia de vontades, mas ama o pai acima de tudo e não faria nada para magoa-lo a menos que ele tentasse trata-la como uma criança. Kate, tem um passado que deseja não lembrar. Um passado que a atormenta a 7 anos e o mesmo passado que a deixou sem nada. Por tais motivos talvez tenha se tornado uma jovem tão forte e cheia de atitudes e sentimentos próprios. O livro contém 34 capítulos, geralmente narrados apenas contando a estória outros amostra uma fase quente do romance, até mais "Hot" do que eu poderia imaginar para a época e a autora da um banho na fase erótica do romance, os detalhes são bem narrados, sem deixar de ser um romance de época para virar uma narrativa erótica, mesmo para quem não curte eróticos não se preocupem o livro não foca nesse tema e sim na descoberta do escândalo em si.Por isso, é um livro que indico muito, quero continuar lendo mais coisas da autora e dei 5 estrelas por que não vi nenhum erro ou algo que me fez falta na narrativa. Do inicio ao fim foi muito bem explicada sem deixar nada para depois. Enfim, livro muito bom.


Bom espero que tenham gostado e se já leram digam nos comentários , se ainda vão ler ou já leram outros livros da autora. Um beijo enorme da Lêeh 







6 comentários:

  1. Arrasou na resenha, Lêeh! Esse tipo de livro não me interessa muito, você sabe, mas eu pretendo ler um livro dela, o nome é A Rosa do Inverno. Eu ainda vou comprar e já que você gostou tanto desse, bem que a gente podia combinar pra lermos junta né?!

    Beijos da Maria :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda, podemos mesmo. Eu amei tanto o livro, posso baixar em pdf :) Não estou querendo gastar dindin com livros tenho muitos para ler.
      beijinhos combinamos, isso depois em off kkk

      Excluir
  2. Ainda não consegui ler nenhum livro dela. Meu deus, fico cada vez mais chocada com isso. Ainda mais quando leio essas resenhas.

    Beijão.
    http://maravilhosasdescobertas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari eu sismei que queria ler coisas pelo tablet, ai vi uma resenha no blog da Jessica de um livro dela, como literalmente nunca li nada da autora resolvi baixar em pdf, amei tanto o livro que dormi querendo acordar para continuar lendo rs. Leia o mais rápido u puder, se quiser lhe envio o meu arquivo em pdf.bjuss

      Excluir
  3. Oi Lê!
    Esse não é um tema que me entusiasme a comprar e a ler. Logo quando li Patrícia Cabot, pensei, mas o nome dela não é Meg Cabot? hahahahah
    Adorei a resenha, mesmo não gostando desse tema literário

    Sucesso no Blog
    Beijinhos,
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo Gio, se eu não soubesse que era um pseudonimo acharia a mesma coisa, ou pensaria que eram irmãs. Kkkkk Quando vc menciona o tema eu te entendo, nem todo mundo curte :(, mas assim somos felizes todos diferentes rs. Bjus flor

      Excluir