8.10.13

[Resenha #7] Harry Potter e a Pedra Filosofal

Sinopse: Harry Potter é um garoto comum que vive num armário debaixo da escada da casa de seus tios. Sua vida muda quando ele é resgatado por uma coruja e levado para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Lá ele descobre tudo sobre a misteriosa morte de seus pais, aprende a jogar quadribol e enfrente, num duelo, o cruel Voldemort. Com inteligência e criatividade, J. K. Rowling criou um clássico de nossos tempos. Uma obra que reúne fantasia e suspense num universo original atraente para crianças, adolescentes e adultos.

Editora: Rocco 
Número de Paginas: 263
Autora: J.K. Rowling
Avaliação: 4,5/5

O livro inicial da saga Harry Potter é repleto de aventuras,fantasias e cheio de emoções.A leitura desse livro foi influenciada por minha irmã (a blogueira Yas) e gostei bastante dessa experiência. Esse foi o primeiro livro de desse tipo que eu li, fico triste de não ter lido outros antes. O mundo criado por J.K Rowling é extremamente mágico, em todos os sentidos da palavra.O modo como ela fez com que a estória fosse desde o mistério até o humor,é uma característica marcante e essencial em um bom livro juvenil.Além disso,outra característica da escrita dessa autora, é a riqueza de detalhes com que ela explora a situação vivida por seus personagens. Ahh,os personagens... Esses foram muito bem desenvolvidos, cada um com sua personalidade e ambições, destaques para Harry Potter, Rony Weasley e Draco Malfoy .A estória se passa em Hogwarts e é dividida em quatro casas: Grifinória, Sonserina, Corvinal e Lufa-lufa, cada um com suas próprias características.Na Grifinória,estão os corajosos e astutos, na Sonserina, os ávidos de poder e coração impuro, na Corvinal, os inteligentes e nerds e na Lufa-lufa, os de bom coração. Ainda no mundo mágico, foi criado um dos que eu acho um dos principais elementos do livro: o Quadribol. Esse é o esporte fantástico da série, que mescla magia, vassoura, rivalidade e vitória,mais detalhes só lendo o livro mesmo. Enfim, gostei muito do livro e da escrita da autora, dei 4,5 estrelas, porque á medida que fui lendo os demais livros da série, achei eles de maior qualidade, então posso lhes dizer, vale a pena lê-la, afinal, percebi que a fama que a saga tem, com certeza, não é em vão.

- Oie pessoal, está estranho esse negocio de postado por Maria Antônia, mas não estou ficando doidinha não. A Lêeh me pediu para postar a resenha que a Yas fez junto com o irmão mais novo dela o Yan. Portanto, não se confundam essa resenha fofinha foi credito do lindo do Yan. 


4 comentários:

  1. so podia ser dos pereiros mesmo :P

    ResponderExcluir
  2. Desculpem (não quero criar brigas, discussões, não estou falando mal do trabalho de vocês nem nada), mas não acho certo dizer que a Sonserina seja a casa dos corações impuros. Não é porque alguns personagens da saga que se tornaram comensais são da Sonserina que isso se torna uma característica das pessoas desta casa. A Sonserina busca bruxos com esperteza e ambição (considerando que ambição nem sempre é ruim). São aqueles mais engenhosos e esperto e, não necessariamente impuros de coração ou maus.

    ResponderExcluir
  3. Oi Karine, gostei do seu comentário. São de comentários desse tipo que precisamos para o nosso blog, mas no entanto só gostaria de lembrar que esta resenha foi feita por uma criança de menos de 10 anos, acabamos deixando da forma como ele nos passou o que ele sentiu ao ler o livro, logico que a concordância e as frases mais bem formuladas foram elaboradas pela Yas, porém a ideia , o ponto crucial da resenha foi feito pela cabeça de uma criança e para ela a descrição da casa Sonserina foi que os corações eram impuros.
    Muito obrigada, pelo comentário. Agradecemos e entendemos perfeitamente a sua colocação. Beijinhos da Lêeh

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela atenção e por entenderem o que eu quis dizer. No caso da criança, fica expresso no livro que a sonserina não é somente a casa dos corações impuros mas, colocando isso a uma criança de 10 anos, realmente fica um pouco difícil de ser percebido. Óbvio que ela se interessou mais pela história do que pelos detalhes impressos na mesma. Mas tudo bem, fico feliz que ela (a criança) tenha gostado da história, já que Harry Potter é quase a minha vida <3

    ResponderExcluir