16.8.13

Textos da Galera (Marinara Leão, Rooh Camargo e Flávia Duduch)

Oi gente! Então, hoje eu fiz uma coisa diferente. Pra quem não sabe, nós do blog, nos conhecemos em um grupo no facebook. Pois bem, muita gente posta textos lá, e como o grupo é de leitores, já viu né? O pessoal escreve muito bem. Então, eu decidi fazer uma coisa especial e revelar aqui, esses "talentos desconhecidos" rsrsrs. Não vai dar pra postar tudo de uma vez, então aqui estão alguns, e depois posto o resto ;)




                     
          


      "Querido, 

     Meu coração está em uma prisão de dúvidas e medos. Não tenho certeza de quase nada. Meus pensamentos estão divididos em razão e emoção. A razão me diz pra resistir e viver a minha vida em escolhas sábias e corretas. Já a emoção esperneia por atenção, dizendo que eu sou uma boba e que deixando você ir estarei fazendo a pior coisa da minha pequena e quase inútil vida.
     Agora eu conto com a sua ajuda para apenas ter paciência. Seguindo sua vida e me dando conselhos de longe. Se mantendo longe você conseguirá se concentrar e manter minha saúde mental relativamente normal, porém o que é normal? Querido, a minha intensão nunca foi te machucar mas eu sou muito desastrada com essas coisas. A prova de tudo é não deixar ninguém chegar próximo de mim ao ponto de causar algum risco.
     Risco que você quis correr e eu impedi antes de causar um desastre maior. Você é corajoso demais arriscando sua paciência com uma garota como eu. Não sei qual música ouvi que fala de algo parecido, de uma garota que destrói corações. Essa sou eu, a destruidora. Tentando ser comum, gentil, cortês, amável, mas não passando de uma desastrada sem noção.
     Desejo agora que você siga e não olhe pra trás. Vá e esqueça quem eu fui e o que eu sou. Esqueça dessa pedra que te fez tropeçar e chorar de dor, passando noites de torturas. Apenas siga querido, e eu estarei tentando não ferir outros corações puros como o seu.
         
                                                                                                        A destruidora"


- Marinara Leão




"Imagine...

Eu fico mirabolando, imaginando caso agente se encontrasse ao acaso oque iria acontecer?
Seró que nós beijaríamos pelo olhar ou se abraçar ate as forças acabarem?
Como seria sua reação? Fico tentando prever oque você iria dizer que palavras usaria, e se por acaso você tentasse me fazer rir, provavelmente eu riria de nervoso, provavelmente eu nem iria estar ti escutando eu ia só tenta gravar aquela cena na minha mente para sempre...
Mas nós vivemos no mundo real não é mesmo; e se você passasse do meu lado e fingisse que não me viu, ou me tratasse como uma qualquer?
Tentei mas já sei que é impossível ti compreender, já que esperanças de um dia estarmos juntos já se esgotaram eu não vou ficar tentando o impossível.
Bem o meu eu físico não tem mais esperança mas o meu eu interior é como se fosse um quarto todinho bagunçado mas tão bagunçado que não dava para vê como o quarto é bonito e como a cor da parede combina com as molduras dos porta retratos. Só espero pode mostra um dia como o meu eu pode combina com o seu.
Por fim se um dia agente se trombasse por ai acredito que você seria simpático e agradável, ou sem querer me trataria com um pouco de indiferença .Mas por baixo de toda essa desordem seu coração estaria acelerado e você ficaria tentando acalmar sua respiração discretamente limparia o suor das suas mãos na calça.
Com isso finalmente iriamos nos despedir, mas antes de você adormecer ficaria pensando em mim e em como sentiu falta do som da minha risada."                                           
                                                             

- Rooh Camargo (Quem gostou, clique aqui para acessar o blog dela ;))





Esse aqui, é um livro que a Flávia Duduch está escrevendo. Se chama "A marca da Lua". 

"Sinopse "Havenwood é uma pequena e ótima cidade, porém a tranquilidade começa a mudar quando Julie e o irmão mais velho, Lucca, saem para comemorar seu aniversário e sofrem um acidente de carro. Consequentemente, ele perde a memória e ela retorna do hospital para casa conturbada. Em uma de suas idas à biblioteca Julie encontra um livro misterioso que lhe dá a missão de matar as sete criaturas descritas para que um único desejo seu possa se realizar. Juntando o útil ao agradável, ela acaba tendo uma meta: destruir as criaturas e trazer a memória do irmão de volta, mas o que acontecerá quando ela acaba descobrindo que uma das sete criaturas é o lobisomem pelo qual ela está apaixonada?"



- Flávia Duduch 








Bom gente, por enquanto é isso. Parabéns às autoras dos textos! Se você escreve também, poste aqui nos comentários. É isso galera, aguardem o próximo. Beijos e até a próxima! 


                                











2 comentários:

  1. Parabéns pelo blog Dora, muito obrigada pela sua gentileza em ter lido e postado meu texto. Gostei muito do seu blog e virei leitora. Até a próxima!

    ResponderExcluir
  2. Imagina linda! Obrigada você!

    ResponderExcluir