4.6.16

[Resenha #156 ] Um pôr do sol - Lucas Eberle


Titulo: Um pôr do sol | Autor: Lucas Eberle | Editora: Chiado | Páginas: 133 | Avaliação: 3|5 | Adicione a sua estante: Skoob

Um pôr do sol é um livro que me chamou muito a atenção pela capa e pela diagramação, que têm letras grande. Adoro a diagramação dos livros da editora, sempre me agradam muito. Este livro é dividido em duas partes e a primeira parte é narrada em terceira pessoa, já a segunda em primeira pessoa por Alice.

O Inicio do livro para mim, foi completamente nulo, simplesmente acredito que o livro não precisava dele e que ficaria muito melhor se tivesse essa parte recontada de forma com que o livro não precisasse ficar divido em partes, pudesse simplesmente ser contado pela Alice e ponto. 

Vamos deixar a primeira parte de lado um pouco e vamos direto ao assunto principal do livro, depois eu irei voltar para falar com vocês sobre o que acontece na primeira parte que me fez querer que ela não existisse. 

Pedro é um jovem de 18 anos que ficou órfão com 13 anos, depois dos pais terem sofrido um acidente, e desde então ele passou a morar em um orfanato. Este orfanato não era um lugar tão confortável assim, as crianças eram agressivas e ele já não confiava em mais ninguém depois da morte dos pais. Mas com 18 anos sem estudar e sem emprego , o rapaz já não poderia mais ficar no orfanato. 

O grande problema disso tudo é que ele é muito deprimido, sua única amiga é sua imaginação que ele fez se transformar em seu travesseiro. Ele é muito sentimental e sofre de grandes problemas psicológicos, que não são descritos com propriedade no livro, mas ficam bem aparentes. 

Depois de sofrer um acidente Pedro fica em coma em um hospital da cidade e lá Alice que é estagiária o conhece e passa a nutrir por ele um apresso enorme, já que passam-se dias e ninguém vai se quer o procurar, muito mal sabe-se o nome dele. 

A partir da internação de Pedro e do que Alice começa a sentir por ele, mesmo que acamado, a jovem de 16 anos começa a se envolver em determinados problemas que ninguém pensava ocorrer na cidade. Problemas esses que são muito graves e principalmente para a saúde publica. 

Bom, a segunda parte do livro para mim foi o ponto chave da história e do livro como um todo. Tive a impressão de que era outra pessoa que o tinha escrito. Porque a primeira parte, apresenta muita repetição de nomes, e de palavras sem que haja necessidade e foram páginas das quais nada acontecia. Fora que o narrador não me convenceu de que sabia o que estava narrando. Portanto, eu avaliei o livro em 3 estrelas, porque a segunda parte mostrou o que eu esperava do livro, um livro juvenil e tocante. E tirei duas estrelas pela primeira parte, que além de repetitiva não foi coerente ao meu ver. 

O autor, no entanto, está de parabéns pelo que resolveu abordar em seu livro. Tendo em vista, ser um rapaz tão novo. Acredito que para ser o primeiro livro, os erros acontecem é assim que vamos crescendo na vida. 

Dados: Livro cedido para resenha em parceria com a editora Chiado. Apresenta capa brochura com orelhas, folhas amareladas e mais leves, papel semelhante ao de jornal, diagramação com letras grandes o que facilita a leitura. Leitura rápida, que pode ser realizada em apenas um dia. 

Alguém conhece o livro? 
Já leu ? 
Me contem o que acharam aqui nos comentários, recomendem livros dos quais acham que também irei gostar, vou adorar ler as indicações de vocês, beijinhos !


- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post. 

                                             Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



Nenhum comentário:

Postar um comentário