23 de março de 2015

[ Resenha #108] Esmeralda - Cida dos Santos

Titulo: Esmeralda
Autora: Cida dos Santos
Editora: Arwen
Ano: 2014
Página: 134
Avaliação: 3/5
Sinopse:
Quando a lua surge no céu estrelado e o fogo crepita na fogueira como as chamas de uma fênix, um dueto se inicia. Convidada pelo imperador cigano, Esmeralda responde ao seu canto com histórias em forma de prosa enquanto dança ao som da viola. Um dueto poético que mistura, fé, magia e história. Assim a natureza surge em cada palavra da cigana, nos ensinando sobre as belezas deste mundo. 



---------------------------------------------- ♥ ----------------------------------------------

O livro Esmeralda é escrito pela autora Cida dos Santos cujo livro de Poesias Caldeirão de Bruxas já tem resenha aqui no blog. A autora me encantou bastante com suas poesias e também com as escolhas que fez ao colocar poesias de entes queridos. Esmeralda no entanto, tem uma proposta bem diferente, unir os poemas que compõem o livro Caldeirão de Bruxa em uma narrativa que mescla, acontecimentos, histórias e diálogos.


Esmeralda é uma jovem cigana muito bonita e que possui muitas histórias para contar e Imperador é um homem sábio que com seu violão consegue junto a Esmeralda transmitir a seus amigos ciganos, belas noites de roda de música e histórias contadas de uma forma diferente, através de declamações. A narrativa que é em prosa e une o que a protagonista pretende transmitir aos ouvintes da roda com os poemas em forma de música.



Este livro chegou para mim através da editora Arwen em um box lindíssimo, junto ao livro Caldeirão de Bruxa, confesso que Esmeralda me chamou mais a atenção fisicamente, por tem um trabalho gráfico mais elaborado e uma diagramação impecável, porém não me convenceu por completa. Eu fiquei bastante confusa ao ler Esmeralda e por já ter lido Caldeirão de Bruxa antes, os poemas acoplados a história não tiveram o mesmo efeito que eles tiveram sozinhos, como eu citei na resenha do primeiro livro, nem todos os poemas me agradaram e consequentemente a colocação deles em um contexto me fez perder ainda mais o gosto pelo que ele transmitia. 



Em um todo, achei que para mim foi algo confuso e a essência que tinham os poemas ficaram em Caldeirão de Bruxa, pois não consegui sentir a mesma energia que a autora me passou no primeiro livro. Tenho um pouco de certeza de que se ele fosse lido antes, teria um efeito contrário em mim e por isso eu recomendo sim a leitura, porém antes de Caldeirão de Bruxas, para que a áurea boa transmitida pelos poemas possa continuar. 



Eu dei 3 estrelas para o livro, pois mesmo ele não me agradando 100% continha partes que eu gostei e poemas que em terminado momento fizeram sentido contados daquela forma. 

Espero que tenham gostado, fui o mais sincera possível. 
Mil beijos da Lêeh 


- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, eu leio tudo com muito carinho e com certeza se a ideia estiver ao meu alcance , virará post. 

                                             Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube



2 comentários:

  1. Olá!

    Eu não conhecia esse livro, mas fiquei super curiosa para ler, uma pena que vão não tenha gostado taanto assim :/. Achei a diagramação muito charmosa e eu adoro estórias com bruxas, feiticeiras e etc. rs

    Beijo,

    Samantha Monteiro
    http://www.wordinmybag.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lêeh!
    Gosto do tema bruxas e todo esoterismo que as envolvem e gosto de poesias, como não li nenhum livro ainda da autora, creio que gostaria.
    Agradeço a visita feita ao blog e espero vê-la novamente por lá quando puder.
    “A verdadeira páscoa está no exemplo de entrega que Jesus nos deixou”. (Jader Amadi)
    Semaninha esplendorosa com o verdadeiro sentido da Páscoa!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir