4 de março de 2015

[Resenha #102] Menino de Ouro - Abigail Tarttelin


Titulo: Menino de Ouro 
Autora: Abigail Tarttelin 
Editora: Globo livros 
Página: 384
Avaliação: 5/5 

Sinopse: A família de Max não permitiria nenhum desvio na imagem perfeita que havia construído. Karen, a mãe, é uma advogada renomada, determinada a manter a fachada de boa mãe, esposa e profissional. Steve, o pai, é o exemplo do chefe de família presente em sua comunidade, favorito a um importante cargo público. O ponto fora da curva é Daniel, o caçula, que, para os padrões da família Walker, é “estranho”: não é carinhoso, inteligente ou perfeito como Max. Melhor aluno da escola, capitão do time de futebol, atlético, simpático, sucesso entre as garotas: Max, o primogênito, é o menino de ouro. Ninguém poderia dizer que sua vida não é perfeitamente normal. Ninguém poderia dizer que Max esconde um segredo. Ele é diferente, especial. Max é intersexual: nasceu com os dois conjuntos de cromossomos, XX e XY e, portanto, é menino e menina. Ou nenhum dos dois. É a partir do olhar de cada pessoa que orbita a vida de Max que a autora Abigail Tarttelin compõe a sua narrativa em Menino de Ouro. Cada uma das personagens esboça seu dia a dia, suas inseguranças e conquistas, e, principalmente, seu relacionamento com Max. Apesar da dimensão de seu segredo, Max parece à vontade com sua vida. Seus questionamentos sobre sexo, relacionamentos e até sobre rejeição são tantos quanto um adolescente de 15 anos poderia ter. O cenário muda drasticamente quando Hunter, seu melhor amigo desde a infância, volta do passado e abusa de sua confiança da pior maneira que poderia. No romance, Abigail Tarttelin trata de forma sensível, mas direta, as questões da identidade e do que consideramos “ser normal”. A autora traz à tona questionamentos sobre até que ponto o gênero sexual define uma pessoa e suas relações, por dentro e por fora. 
----------------------------------------------------- >< -------------------------------------------------
       Menino de ouro. Max Walker é o menino de ouro. Tira notas altas, bonito, é um ótimo filho, um ótimo amigo, popular na escola. Resumindo Max é tudo aquilo que todos os adolescentes desejam ser, porém, Max tem um segredo que envolve sua sexualidade. Ele é intersexual. (Não estou dando nenhum spoiler, pois isso é sitado logo nas primeiras páginas do livro e na sinopse.), uma pessoa intersexual em modo geral possui sexo masculino e feminino. Se esse segredo vier a tona a vida "perfeita" de Max pode se desmoronar, assim como sua família já que eles são pessoas públicas. Sua mãe é advogada e seu pai está concorrendo à um cargo no senado.



       Em forma resumida esse é o enredo do livro, durante toda a história podemos ver que Max vive em um conflito mental em relação ao seu sexo, e temos também o pensamento de outros personagens na narração, como, á mãe (Karen), o irmão (Daniel), a namorada (Silvie), a médica (Archie) e o ultimo narrador ele aparece mais pro fim do livro, então não contarei. E eu jamais poderia deixar de falar em especial do Daniel, um dos personagens que mais mexeu comigo. Mesmo sendo uma criança de 10 anos os pensamentos dele me deixaram de queixo caído, mesmo sendo tão inocente Abigail o construiu totalmente inteligente e literalmente único.

"A escuridão não é sequer a perda de visibilidade. É apenas uma mudança de cor, de tom. É a mesma coisa que o dia, com uma tonalidade diferente." página 34 




       O livro é divido em três partes e em cada parte existe um acontecimento que vai marcar e mudar a vida Max, em um leitura rápida e gostosa Tarttelin nos da um assunto não muito comum no mundo literário, ela deixou o assunto leve e a divisão do pensamento dos personagens em capítulos não ficou nada confusa, pois ela soube criar uma personalidade marcante para cada personagem, por exemplo, quando é a mãe do Max você sabe que é ela pela forma de pensar ou como ela agiu, etc. E claro não podeira deixar de falar dessa capa colorida e maravilhosa!

       Espero que tenham gostado da leitura, e eu super recomendo o livro, espero que Abigail continue escrevendo porque virei seu fã. Até a próxima. 

Beijos, Luan ^^

- Mandem ideias de post e assuntos que querem saber aqui no blog, se tiver ao nosso alcance, com certeza irá virar post. 

                                             Instagram  | Fan Page | Skoob Twitter | YouTube





Um comentário: