6 de dezembro de 2013

[Resenha #26] A Hora da Estrela - Clarice Lispector

Editora: Rocco
Número de páginas: 88
Autora: Clarice Lispector


As Lispectorianas que me perdoem, mas eu não gostei. Já li três livros da Lispector e acho que os contos e crônicas dela são fantásticos, que ela nos transporta pra um mundo só dela, mas só. Li A Hora da Estrela em pouco tempo, umas duas horas, ou menos e não gostei.
O livro conta a história de Macabéa, uma nordestina bem simples que não conhece as maldades do mundo e é de dar pena. A descrição do dia-a-dia de Macabéa na cidade do Rio de Janeiro como datilógrafa, o namoro com Olímpico de Jesus, seu relacionamento com o patrão e com a colega Glória e o encontro final com a cartomante estão sempre acompanhados por convites constantes ao leitor para ver com o autor de que matéria é feita a vida de um ser humano.
Olha, eu espero não ser odiada depois de falar isso mas acontece que eu achei o livro muito arrastado, e olha que ele tem menos de 100 páginas, a Macabéa é besta do começo ao fim do livro,  eu achei que com o passar das páginas ela fosse evoluindo, ela fosse entender um pouco mais sobre a vida, um pouco mais sobre as pessoas, achei que ela fosse acabar se descobrindo ou algo do tipo e isso não acontece. Achei o livro muito arrastado por conta da narrativa, que em minha opinião, foi muito enrolada, demorou muito pra começar a contar a história da Macabéa e eu também não gostei dos personagens. Tenho a impressão que se tirasse os "lenga-lengas" e deixasse só a história da Macabéa (sendo assim, um conto) ficaria muito mais interessante. Eu dei duas estrelas, pela história, não pelos personagens, nem pelas frases de efeito e a enrolação que na minha opinião foram pontos negativos no livro.

Gente, queria deixar bem claro que essa é a MINHA opinião, caso vocês tenham lido deixem seus comentários ai dizendo o que acharam, se não leram digam se gostariam de ler.

Beijões da Maria :*




4 comentários:

  1. Nossa, Maria, li esse livro no colegial por pura obrigação e não tinha curtido muito. Aí há uns anos atrás peguei de novo para reler e, nossa, amei! Por isso entendo essa sensação ao ler... dá um tempo para a Lispector. Tenta ler no futuro. Tenho certeza que, mesmo que você ainda não goste do jeito de escrever dela, pelo menos vai olhar a escrita dessa autora de outra forma. ;-)
    Mas adorei muito a forma que você pontuou seus comentários. ;-)
    Beijão! Fica com Deus!
    Jaqueline de Marco
    http://jaquelinedemarco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Farei isso, Jaqueline, vou dar um bom tempo de Lispector. Tentei pontuar bem os motivos da minha visão negativa a respeito desse livro e fico feliz de ter sido bem sucedida.

      Beijos :*

      Excluir
  2. Tive que ler esse livro para um trabalho da escola. No começo ele é bem maçante, devido o uso da metalinguagem que acaba se tornando uma "lenga-lenga" como você colocou. Mas a história de Macabéa eu achei incrível! Às vezes as pessoas são inocentes assim. O triste é que apesar de todo o sofrimento Macabéa ainda não consegue um final feliz.
    Enfim, gostei do livro. Entretanto, entendo seu ponto de vista.
    beijos!
    http://tears-inthedark.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei uma história simples demais, não estou dizendo de maneira nenhuma que histórias simples são ruins, mas estou dizendo que a história não me trouxe reflexão nenhuma,pelo contrario, me deprimiu e só. Não consegui gostar dos personagens! Ingenuidade não me conquista!

      Excluir