23.12.13

[Resenha #28] Extraordinário - R. J. Palacio

Autora: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 320

Olá gente, vi muita gente falando sobre esse livro e fiquei muito curiosa pra ler, eu comprei ele na Bienal da Bahia, tava bem baratinho mesmo, fiz a leitura e gostei bastante do livro. Pra quem ainda não conhece a história do Auggie farei uma pequena sinopse. Vamos começar!

" Não julgue um livro menino, pela capa cara. "

A História do Livro

August Pullman é um menino que nasceu com uma deformidade facial horrível, por causa disso, ele foi super protegido pelos pais a vida inteira, ele nunca frequentou a escola, ele nunca teve muitos amigos e nunca saiu de casa sem que fosse observado pelas pessoas com olhos estranhos. Porém, sua mãe decide que chegou a hora de Auggie deixar de estudar em casa e partir pra escola, para aprender a conviver com as pessoas e enfrentar sua própria realidade.

A Diagramação e a Edição do Livro

O livro é muito lindo, a capa e o texto, a leitura se torna rápida por conta disso e principalmente por causa da divisão de personagens na narrativa, você acaba gostando do jeito inocente que o Auggie conta a história e como é estar na cabeça de uma adolescente que tem um irmão com este problema, que é o caso da irmã mais velha do Auggie, ver como ela se sentia quando estava passeando com ele e via outras crianças olharem pra ele assustados, outros adultos se assustarem com sua aparência também, é muito interessante.

Minha Opinião sobre o livro e os personagens

O livro conta a história do primeiro ano letivo do August, de problemas que foram enfrentados por ele e por seus colegas, e o mais legal de tudo é que mesmo que a história seja trágica, de vez em quando, o Auggie não fica se lamentando o tempo inteiro, ele é uma criança, mas mesmo assim já toma decisões com sabedoria, claro que ele como uma criança não age como adulto, mas os pais dele estão sempre do seu lado para auxiliar nas suas decisões, o que eu achei muito interessante.

Pra falar bem sinceramente, eu tenho muitos pontos positivos pra destacar, o livro é leve, ele trás lições, uma criança poderia ler facilmente e compreender, tem a inserção de coisas atuais no livro e uma das melhores coisas que tem no livro são os "preceitos" que acontecem na aula de um professor de Literatura, o livro realmente faz você refletir e não é porque o Auggie tem deformidades que o livro vai ser triste o tempo inteiro e ter 200 paginas de melancolia, não, de maneira nenhuma, eu consegui rir bastante em várias passagens, é divertido e eu dei quatro estrelas.

Sim, eu tirei uma estrela do livro, o livro é MUITO BOM, mas eu senti um declínio no fim do livro, a Summer, uma amiga que o Auggie tem na escola, se transformou na minha personagem preferida, gostei mais dela até do que do próprio August, e pouco depois da metade do livro ela some, algumas coisas que me interessaram no meio do livro somem e o foco se transforma no Auggie, eu queria saber ainda sobre alguns outros pontos, que rumo tomaram algumas outras pessoas, mas eu não vi essas pessoas terem muita participação no final da história. Seria mais interessante, na minha opinião, que houvesse um foco no Auggie, mas que acontecesse outras coisas com outras pessoas ao mesmo tempo, que mostrasse um pouco mais da vida de cada personagem e não como acontece, só uma pincelada sobre a Summer, depois suas impressões sobre o Auggie e fim da sua participação no livro. Por isso, eu tirei uma estrela, porque eu gostaria de conhecer um pouco mais sobre os personagens e não que o foco do livro fosse sempre o Auggie a todo o tempo.

Passagens Extraordinárias

" O legal de crianças pequenas é que elas não dizem coisas para tentar magoar você e, mesmo que ás vezes façam isso, não sabem o que estão falando. Quando elas crescem, por outro lado... sabem muito bem o que estão dizendo. "

" Que tipo de pessoas somos? Que tipo de pessoas são vocês? Não é isso o mais importante? Não é esse tipo de pergunta que deveríamos nos fazer o tempo inteiro? "

" As coisas que fazemos sobrevivem a nós. "

" A sorte favorece os bravos. "

"Acho que devia haver uma regra que determinasse que todas as pessoas do mundo tinham que ser aplaudidas de pé pelo menos uma vez na vida. "

Considerações Finais

O livro é muito bom e vale muito a pena ser lido, vale cada centavo gasto com ele. Quem já leu, comente ai suas impressões, quem não leu, não perca tempo, vá ler. Ele tá bem baratinho na submarino, inclusive.

Beijões da Maria :*




6 comentários:

  1. Adorei sua resenha e não tinha ideia de que o livro fosse sobre esse assunto, sempre achei que era parecido com O menino do pijama listrado. Fiquei mesmo muito curiosa com esse livro e irei coloca-lo na lista para minhas leituras, adorei demais sua resenha serio mesmo, estão cada dia melhores.
    Já leu Dickens ? Irei fazer um resenha de um conto dele espero que fique tão boa quanto as suas estão :D
    Um beijo enorme e cheio de carinho natalino para você meu anjo s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, quase me emocionei, hahahaha.
      Brigada Lêeh, muito obrigada msm, leia pra comentar sobre ele comigo; feliz natal e mts livros de presente pra ti. <3
      Nunca li Dickens, mas sem duvida lerei sua resenha!

      Beijãão

      Excluir
  2. Olá querida li várias resenhas positivas sobre esse livro,não vejo a hora das compras que eu fiz chegar ,ele estar no meio é claro.
    Muito interessante e emocionante!
    rose.nea@hotmail.com
    lendoaprendendoevivendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Maria!
    Adorei sua resenha! Venho nutrindo uma vontade enorme de ler esse livro, até coloquei ele na minha lista de Natal, mas não sei se vou ganha-lo :(

    Beijos
    Débora - Clube das 6

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que você ganhe Débora, é muito bom! Uma ótima leitura pras férias inclusive, faz você querer mudar no ano seguinte!

      Beijos

      Excluir