13 de dezembro de 2013

[ Resenha #27] Três Metros Acima do Céu - Federico Moccia


Titulo: Três Metros Acima do Céu
Editora: Rocco
Autor: Federico Moccia
Número de Páginas: 359
Avaliação: 3/5


Três metros acima do céu é um livro Italiano do autor Federico Moccia, que fez muito sucesso muito antes de ser lançado, pois uma xerox do livro corria nas mãos dos jovens Italianos que foram embalados pelas palavras de Moccia antes mesmo da primeira edição. É consideramos por muitos um Jovem adulto eu considerei como uma tragédia romântica, assim como determinadas peças de William Shakespeare. A primeira postagem do blog, foi referente ao filme Europeu que narra a mesma estória com algumas perspetivas diferentes e até então é o meu filme predileto.
Irei falar um pouco mais do filme em outro post.

O livro narra a estória de amor entre dois jovens, a Babi e o Step, e é embalado de muita poesia, muito romance, um tom me melancolia e muitos sonhos, tudo muito intenso típico daqueles que tem pressa de viver.

Spet, ou melhor, Stefano Mancine é um jovem de classe média alta que depois passar por diversos problemas vira um Pitboy, é considerado por muitos um perigo constante e ninguém se atreve a mexer com ele. Babi é uma jovem patricinha que vive na barra da sai da mãe e que não aceita o fato da sua melhor amiga Pallina ser tão desligada do mundo. Daniela é a irmã mais nova de Babi e acha a irmã muito careta por fazer tudo que a mãe denomina correto. Pollo é o melhor amigo de Spet, aquele que o acompanha em tudo, até mesmo se a coisa for alvo da policia. 

Babi e Step se conhecem de uma forma bem incomum e ele sem acreditar começa a se apaixonar por aquela patricinha marrenta, sem perceber Babi se mostra envolvida pelo rapaz e para contrariar Rafaella sua mãe ela irá mudar e acreditem mudar de verdade, Babi se transformará em uma adolescente "rebelde" daquelas que faz tudo por amor e para viver loucamente todos os momentos que esse amor proporcionará.
Pallina e Pollo também vão embalar um romance bem gostoso porém menos conturbado.

" - Babi, Babi. Assim não dá. Sou um porco, um animal, uma fera, um marginal. Você fala, fala, mas acaba me dando mole...deixando até eu te beijar. Está vendo? Não é coerente! " pg.: 175

Um dos pontos marcantes do livro que não posso deixar de falar além do romance dos protagonistas é a corrida de cinturadas, que consiste em um racha de motos onde as meninas (cinturadas) se prendem com um cinto de fivelas dupla na cintura do piloto só que de costas para o mesmo. Essas corridas são movidas por apostas e o importante é que alguém vença, não há nenhuma regra que impeça os pilotos de trapacearem ou de empurrarem um de seus adversários. O interessante dessas corridas é realmente o fato das motos serem empinadas diversas vezes, fazendo com que as cinturadas cheguem muito próximo ao chão ou até mesmo o peso delas faça com a moto vire. No livro esse fato é narrado muito bem , mas no filme dá para entender melhor e sentir a adrenalina. 

" Era veloz e forte, mas com ele o senhor não se portou como verdadeiro cavalheiro. Não quis lhe dar a revanche. Assinado, Os amigos." pg.: 150


Essa resenha foi muito difícil de ser construída tendo em vista que meu filme favorito tem como base os fatos narrados no decorrer do livro, o inicio da leitura para mim foi muito arrastado, justamente pelo fato de ter muitos acontecimentos e falas extremamente idênticas as do filme.A escrita do autor é magnifica e logo irei ler mais coisas do mesmo.Outra dificuldade que encontrei na leitura foram as páginas brancas do livro, fez meus olhos arderem e eu só conseguia ler cinquenta páginas no máximo.

O livro é muito bom, é envolvente e te faz querer sempre mais, eu dei infelizmente 3 estrelas por que o meu exemplar, ou a minha edição continha muitos erros de ortografia, muitos erros de impressão e as folhas brancas não ajudaram na leitura. Achei a escrita do autor excelente, mas senti que ele pecou em vários momentos, muitas coisas aconteceram sem ter explicação e outras que não tinham necessidade de serem explicaram foram. O ultimo capitulo para mim foi o pior, ele juntou um monte de coisas em um lugar só e jogou todas as informações de uma só vez para quem estava lendo, o final para mim foi sem sentido, ficou faltando um frase de efeito ou algo que chamasse a atenção para o próximo livro. Sinceramente me decepcionei bastante com o termino da leitura. Nesse final sem sentido em vez de chorar como eu faço sempre que vejo o filme eu fiquei irritada por que eu nem consegui entender direito o motivo daqueles inúmeros acontecimentos. Eu recomendo muito o livro, mas aviso a quem irá ler que não veja os filmes antes por que você ou vai perder o gosto pela leitura decorrente da quantidade de falas idênticas ou irá se revoltar com o final. Sem comentar que no livro eles fizeram uma menção muito mal feita para o titulo. Enfim 3 estrelas. 


" - Alguma coisa errada?
- Estou com medo.
- Medo de quê?
- De nunca mais me sentir tão feliz assim na minha vida. " pg.: 326



Beijos espero que tenham gostado da resenha, tentei falar tudo que eu senti com a leitura e logo trarei um pouco mais do filme para vocês entenderem melhor minhas reclamações ok ?


2 comentários:

  1. Adorei a resenha, não sabia que existia livro, assisti o filme esse ano e também é o meu preferido, mas fiquei muito triste com o final. Estou ansiosa pelo post sobre o filme.

    Beijos!!
    http://blogheyfashion.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou falar logo dos dois filmes ;)
      Muito obrigada pela visita Fernanda, volte sempre ><
      Beijinhos da Lêeh

      Excluir