12 de novembro de 2013

[Resenha #20] Feche bem os olhos - John Verdon

Oi, pessoal! Pois é, faz um TEMPÃO que eu não apareço. Sorry. Enfim, voltei para dar minha opinião sobre um dos últimos livros que li, e simplesmente amei!

Gênero: Romance Policial/Mistério
Páginas: 426
Editora: Arqueiro
Sinopse: O livro conta mais um caso do brilhante detetive David Gurney. Que mesmo depois de se aposentar e ir morar numa casinha isolada com sua esposa, sua mente não resiste à uma charada. E agora, ele é convidado a participar de um misterioso homicídio.
Uma garota de 19 anos, Jilliam Perry, é encontrada morta de maneira brutal,vestida de noiva logo após seu casamento. Todas as pistas óbvias apontam para o misterioso jardineiro, Hector Flores, que desapareceu. E apesar de nada fazer sentido, como o modus operandi, o local que a arma do crime foi deixada e o motivo, o caso se foca nas buscas por Flores.
Gurney não aceita o convite para preservar o casamento, mas isso seria contra tudo o que ele acredita, e ele não iria conseguir dormir com o criminoso à solta. Então ele acaba cedendo.
Porém, para ele nada é o que parece nesse caso. E quando investiga mais a fundo, descobre que todos os envolvidos tem algo de estranho. À medida que você avança no livro, fica claro que a coisa toda é muito maior, e o assassino é muito mais inteligente e louco do que se pensava.

O que eu achei: Enfim, "Eu sei o que você está pensando" foi simplesmente incrível! Mas pelo o que eu vi, John Verdon só melhora a cada livro.
Essa estória me prendeu, me fez pensar muito e ficar angustiada. O tempo todo você fica bolando possíveis teorias, mas todas elas são destruídas no final! Nesse livro, nada, NADA, é igual ao que você pensa no começo. Há uma surpresa nova em cada página, e o mistério é tão bem bolado que vai te prender até o final!
O livro todo tem daqueles momentos "Cara, como não pensei nisso!?" E é isso que faz a gente se apaixonar pelo personagem, o fato de ele perceber coisas que você deixou passar.
O mistério de "Feche bem os olhos" é bem complexo. Além de todas as pessoas envolvidas no caso terem um parafuso a menos. Uma coisa que você imaginava sendo simples, acaba virando uma coisa gigantesca que você só consegue entender totalmente no final. Adrenalina pura lendo esse livro (haha).
A escrita é bem inteligente, mas fácil de acompanhar. Apesar de ter uma linguagem um pouco mais difícil, é bem fácil de entender o que os personagens estão pensando e de visualizar o que o autor está tentando passar.


É isso, galera. Espero que tenham gostado e comentem o que acharam, ou se já leram o livro. Beijos e até a próxima!
Dora Rosete


3 comentários:

  1. Gosto muito de resenhas de livros! Ajuda bastante a decidir se compra ou não, rs. E ainda mais agora que tô de férias, ler livros novos seria uma boa. Valeu a dica :*
    Gostei do blog!
    Beijos.

    http://www.inovandoconceitos.com/

    ResponderExcluir
  2. Ontem vi um vídeo de caixinha do correio, e a Mari do psychobooks, falou algo muito parecido com a escrita ou melhor a narrativa do King. Fiquei bem curiosa para ler algo dele e algo do tipo policial também, depois que li presságio fiquei na fome por mais rs. A resenha está ótima parabéns!! Quero ler algo curto e menos pesado, tenho medo de pegar algo muito bom de inicio e não conseguir terminar por não ser meu gênero predileto.
    Beijoss da Lêeh

    ResponderExcluir
  3. Oláaaa, o livro parece bem legal, ainda mais sabendo que é difícil esse negócio de deixar todo um mistério no ar e pegar o leitor de surpresa, mas nossa, se ele realmente conseguiu fazer isso, só consigo imaginar que o livro seja sucesso puro <3333
    Adorei a resenha!

    Beijos, Mayara
    Recordando Palavras
    httpp://recordandopalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir